quinta-feira, 5 de abril de 2012

A comida que cuida!!!


 




Quando estamos passando por um tratamento de câncer, a forma de lidar com a comida pode ser um termômetro para nos mostrar como anda nosso organismo. Existem alguns cuidados a serem tomados com a nossa alimentação em cada etapa do tratamento que variam de acordo com reação particular de cada um à medicação.Os tão falados efeitos colaterais existem, infelizmente e nada melhor nessa hora do que usar a comida a seu favor. Por outro lado, existem formas de tornar as coisas mais gostosas e é sobre isso que trataremos a partir de hoje com dicas importantes e sugestões deliciosas para serem feitas no dia-a-dia.

O importante é saber que cada procedimento é recheado de surpresinhas e como lidar com lidar com elas?

Lançamos mão de algumas comidinhas "do bem"...

CIRURGIA: um procedimento cirúrgico requer uma preparação no antes e no depois para passar por tudo firme e forte.A digestão pode ficar mais lenta, o estomago dolorido e os enjoos amigos inseparáveis. Converse com o seu médico sobre a possibilidade de uma comida mais leve, sopinhas e caldinhos não precisam ter cara de hospital, podem muito bem cheirar a colo de vó.


RADIOTERAPIA: as queimaduras vem acompanhadas de irritações na garganta, feridas na boca, alteração de paladar. Isso incomoda, acredite!Então, prefira alimentos macios.

QUIMIOTERAPIA: as alterações desta fase são muitas, logo, é hora de ficar forte, pense que é passageiro e pode ser menos desastroso se alimentando adequadamente, então nada de dietas, reduza o sal, como nesta fase é muito complicado comer, coma o que você gosta, o que sua mãe com certeza não lhe deixaria comer.

IMUNOTERAPIA: é hora de ficar forte, algumas indisposições ocorrerão e a perda de peso é normal, busque balancear sua alimentação.

As chances de reincidência do câncer de mama são menores em mulheres que seguem uma dieta pobre em gorduras. (Sociedade Americana de Oncologia Clinica)


Bom apetite!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário