quinta-feira, 31 de maio de 2012

FAMÍLIA.... FAMÍLIA....






Rendemos Graças a quem está na base da nossa vida!  É chegado o momento de agradecer, homenagear e reclamar daqueles que nos suportaram, ajudaram, se assustaram e choraram conosco durante os dias nebulosos!


Nossos pais são os primeiros a sentir o baque da tormenta... e a dor de vê-los chorar nos machuca mais que a noticia! Mas é inevitável, não temos como esconder... Afinal estamos todos no mesmo barco e teremos que remar juntos e também não há como andar em uma montanha russa sem gritar!


E os filhos, quando são adolescentes choram, sofrem mas não compreendem, quase perdem o ano na escola. Quando crianças, aí é que não entendem mesmo, apenas sentem e expressam sua dor em lágrimas que não se confundem com manha. Quando quase adultos, mesmo capazes de entender eles ainda se negam a aceitar que a mulher maravilha que sempre os protegeu está ali, frágil... precisando de amparo. E nós temos além de tudo que administrar tudo isso e dar apoio aos que são nossos laços mais caros.


E o cachorro, ou melhor, cadela... essa surpreendeu... companheira infalível de todas as horas... não arredava pé de baixo da cama nos momentos de castigo quimioterápicos... e incrivelmente ao chegar do hospital não houve um pulo sequer, apenas o olhar de compreensão e uma lambida de boas vindas!



Mas o susto passa e começa a força tarefa, o papi dirige, a mamãe cuida da comida... os irmãos fazem os dias serem mais alegres e os filhos não nos deixam esmorecer.... Sim... é essencialmente por eles que a gente segura a onda!

E não adianta sempre há o vizinho que conhece um pastor que irá rezar para você! Graças a Deus, pois nessas horas, independente de onde venha a fé, sabemos que é nosso Mestre Jesus que está nos amparando!


É isso.... viramos o centro do universo! Pelo menos do nosso universo! Mas vamos confessar que aí começam a perceber que a gente vai sobreviver e o reinado vai acabando e como faz falta depois neh?! Quem não gosta de ser paparicado que atire a primeira pedra!




Assim, o que queremos dizer é OBRIGADA a nossa família, pelas noites sem dormir, pelas saídas a noite (pq sempre tem que ser a noite os maiores apuros?) as pressas para o hospital, pelo cuidado e pelo acolhimento, por colocar o banquinho no banheiro para aumentar o conforto na hora do vômito! rs.... Por mesmo sem saber como, virar uma nutricionista de plantão... enfim... por estarem conosco em todos os momentos desse passeio na roda da vida!



terça-feira, 29 de maio de 2012

COM AÇUCAR!...





Passar por todas as transformações que o câncer nos proporciona é como usar uma nova lente para enxergar a vida e o mundo....

Dentre as mulheres que tive o prazer de conhecer nessa trajetória, todas, sem exceções, tinham a história bem semelhante... Mulheres independentes, bem sucedidas, sem muito tempo para si, mas sempre com tempo para os outros, filhos , marido, namorado, pais, trabalho...

Poderiam cair 50 a minha direita e 50 a minha esquerda que eu nem me abalava... mas o abalo veio de dentro.... de dentro das células... e fomos obrigadas a parar para olhar a pessoa mais importante de nossas vidas.... Nós mesmas!

Trocamos o choro dentro do banheiro com o chuveiro ligado (que era pra ninguém ver), por lágrimas soltas a qualquer tempo, ou pelo menos tentamos.... Rs... E estamos na caminhada árdua de aprender a falar... com grandes progressos.... Já conseguimos expressar dificuldades, evitar certas opressões, lidar melhor com as pressões, enfim, evitar situações que nos causem um alto nível de estresse. E não adianta reclamar, são ordens médicas!

Outra questão que acreditamos ser unânime a todas é a forja que o tratamento nos possibilita na aceitação do auxilio do outro, seja nossos pais, filhos, amigos ou companheiro... Porque lembra, até aqui nós éramos quem cuidava de todos e dávamos as cartas, afinal ter o controle das relações é sempre muito bom, só que não! Como diria minha filha!

É um erro achar que conseguimos ter tudo em ordem, pois existe uma tal lei da impermanência que nos obriga sempre a ir pra frente... E então ali estávamos nós dependendo do acolhimento de todos os que nos cercam, pois em determinadas horas só precisamos de um abraço que nos dê segurança!

E a dificuldade de olhar pra si? Não da forma em que olhávamos antes pelo espelho, mas olhar a alma....O que está dentro. Esse sim precisa de uma bela cirurgia de reconstrução. Será que isso o plano cobre??? Rs ...Acho que não, mas enfim, são mudanças inevitáveis!

E essas mudanças geram uma necessidade enorme de se ter com quem dividir o que há tempos está guardado, a saudade de quem te conheceu antes e conhece seu passado e que te lembre como tudo era engraçado. Enfim, estar perto de quem adoça sua vida!


quarta-feira, 16 de maio de 2012

NÃO PARECE...MAS É SIMPLES ASSIM!





Vamos fazer um tratamento de saúde! Mas e daí? O que tem isso de tão assustador?

Quando se faz um tratamento de câncer, o seu cabelo cai, a sobrancelha cai, os cílios caem... Você recebe um monte de restrições como a de que você não poderá fazer as unhas, que irá suspender o uso de várias substâncias e que sol...por enquanto não!

E agora?????????? Bem só me resta fazer como o patinho feio e sumir... :(



É ai que você se engana! Existem coisas que te deixarão maravilhosa, só exigirá um pouquinho de criatividade...



  
Durante a quimioterapia podemos lançar mão de inúmeros artefatos com perucas de todas as cores e modelos, quem sabe até a sua própria peruca, corte seu cabelo, se antecipe ao inevitável e use-o para fazer uma peruca...Existem boinas, lenços lindos e formas inusitadas de amarrá-los, turbantes e por que não assumir a carequisse e desfilar por ai?


Tudo é questão de atitude!
As unhas...Áhhh as unhas, podem dar uma escurecida, mas nada que um bom esmalte não esconda, mas, passar esmalte sem tirar as cutículas?Será que dá certo? Siiiiimmmm, é só hidrata-las bem e diariamente, você vai perceber com o tempo que elas ficarão lindas sem mexer e correr o risco de se machucar. Sua imunidade está baixa para você se dar a esse luxo!
  


E as marquinhas de biquíni que por um tempo irão desaparecer não te deixarão  com a aparência menos saudável, capriche na maquiagem, use tons leves que te deixem clean...




Não se preocupe em descolorir...Você não terá pelos mesmo! Não esquente o seu corpo vai fazer uma auto-depilação total (tudo tem suas vantagens!).

E durante a radioterapia?




Bem, em se tratando de radio alguns cuidados devem ser tomados em relação ao local da aplicação da radioatividade e suas imediações, como não tomar sol no local durante e até aproximadamente 90 dias depois assim como não se expor a luzes fluorescentes. Então podemos ser chiques!...Vamos usar blusas de gola alta, lenços no pescoço... Abuse de sua criatividade!


Não se esqueça que o importante é ser feliz! Mantenha o sorriso no rosto e a sua luz própria que com certeza com a ausência de pelos pode até brilhar mais...
                                    








terça-feira, 15 de maio de 2012

QUEM DISSE QUE NÃO SOU PRINCESA?




A grande dificuldade da modernidade é a quantidade de informação que temos que processar todos os dias... e dentro desta perspectiva, o campo da estética e da moda são as maiores vilãs!

Quando se faz um tratamento de câncer, aprende-se a lidar com o preconceito de todos os lados. O estereótipo que construímos desde os tempos infantis vai sendo minado, com a perda dos cabelos, com o acúmulo de líquido, com os quilinhos a mais ou menos, enfim, passamos por uma série de mudanças, que mesmo sendo momentâneas nos obriga a refletir sobre o que realmente importa.

De todas as dificuldades do tratamento, para a maioria das pessoas, a perda do cabelo é a mais significativa. Muitas mulheres que não se encaixam na ditadura da magreza, ou que já ficaram carecas sabem o que é viver a margem da sociedade. Ficar sem os cabelos é muito difícil mesmo, mas com um pouco de bom humor é possível se contornar a situação.



O principal é estar de bem com a vida, o sorriso é o principal ingrediente para a criação do ‘seu’ novo estilo! Pode parecer chato, mas o lance é inovar mesmo... Lenços, perucas, chapéu, gorro, boina... cada um dentro do seu estilo, pode surpreender!

Nossa sociedade tem mudado a passos vagarosos, então, aceitar novos modelos de beleza se faz urgente! E nessa lista de mudanças temos que incluir os cabelos curtos, e até mesmo a ausência deles...


E pra quem vai fazer quimio é quase que uma sentença, em alguns casos raros o cabelo não cai, mas em sua maioria 15 dias após a primeira aplicação dos medicamentos lá se foram todos os fios!!! E se não foram ainda, pode-se raspar com uma maquininha básica! Eu que sempre quis ver como ficaria careca, aproveitei logo!




E durante o tratamento o lance é assumir o seu lado alternativo, abusar de cores e estampas... sempre fui a favor de que já que se vai mudar o visual que se mude para que todos percebam, assim se ia pintar o cabelo, pintava logo de roxo! Rs... então não tente disfarçar o que não tem como esconder... se for usar peruca, aproveite a oportunidade e mude o corte e a cor....




Os lenços... ahhhhhh... os lenços... a gente trança eles, amarra, faz flor... põe fitas, enfim, criatividade é o lema! E tenha certeza que existe uma princesa em você, independente do tamanho dos cabelos e da silhueta!

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Eu quero essa Barbie!!!


Passando e apoiando!



Em março do ano passado, a fabricante de brinquedos Mattel atendeu a um pedido especial: fez uma boneca Barbie sem cabelo para alegrar a menina Genesis Reyes, de 4 anos. A garota havia feito quimioterapia para tratar um câncer e estava triste porque achava que, careca, não podia mais ser uma princesa.
A solução veio de uma amiga dos pais da garota: ela conhecia o presidente da empresa e sugeriu que a Mattel criasse uma boneca especial para alegrar a menina. A boneca especial, sem cabelos e com roupa de princesa, foi batizada de Genesis. Foi uma maneira para que a criança visse que ela poderia continuar bonita, como uma princesa, mesmo careca.
A iniciativa pode ser especialmente importante para a recuperação das meninas com câncer. Até os 3, 4 anos, elas estão na fase rosa, fantasiam-se de princesas, e ainda não conseguem entender completamente por que seus cabelos caíram, o que torna a situação ainda mais difícil. Elas precisam de um exemplo positivo que fale de seu próprio universo. Daí a ideia da Barbie careca entregue à menina Genesis.
Pais de crianças com câncer acharam a ideia tão boa que estão fazendo, via Facebook, uma campanha para que a Mattel inclua a boneca Genesis na sua linha de produção, para que ela esteja disponível para os consumidores nas lojas de brinquedo. Até o momento, 13 mil pessoas apoiaram a causa Barbie Bald and Beautiful.
A boneca, eles dizem, pode ajudar também meninas que tenham perdido o cabelo por causa de outros problemas de saúde, como a alopécia. E ainda aquelas que estranharam a perda de cabelo de algum parente próximo, como a mãe, a avó, a tia, a irmã.
Para tornar a coisa mais divertida, os pais estão pedindo que a empresa crie chapéus e lenços para as crianças brincarem com sua Barbie careca.
A lógica por trás da campanha pela Barbie careca é a mesma que levou à criação de bonecas negras, asiáticas, ruivas: mostrar que todas as mulheres podem ser belas – ou princesas! – cada uma à sua maneira.

Fonte: Revista Época | Por Letícia Sorg

domingo, 13 de maio de 2012

Pra ser mãe é preciso ter peito...

Pra ser mãe é preciso ter peito...Não importa se é de verdade ou não...rs

Um Feliz Dia das Mães para todas as mães e em especial para aquelas que se viram diante da necessidade de se manterem vivas não só por si mesmas mas pelo que nos faz mais fortes...
NOSSOS FILHOS!

Bjus

quarta-feira, 9 de maio de 2012

LINFEDEMA: O TERROR!




PARTE I

Chegou a hora de falar de nosso maior pesadelo! Além da notícia de que a mama será retirada vem de brinde a possível retirada dos gânglios linfáticos da axila... E aí, para qualquer marinheira de primeira viagem a pergunta é: e daí?
 

E daí que os linfonodos são os órgãos linfáticos mais numerosos do organismo, cuja função é a de filtrar a linfa e eliminar corpos estranhos que ela possa conter, como vírus e bactérias. Em síntese ele drena as impurezas do corpo, logo o esquema é evitar qualquer tipo de situação em que haja presença dos inimigos: vírus e bactérias! Mas como assim?

A única cena que me vem à mente é o meu antigo mastologista me dizendo que eu não poderia mais retirar as cutículas e eu ali indignada, pois como no auge dos meus trinta anos eu teria que ficar com as unhas feias!?

Parece superficial, mas o fato é que levamos um tempo para aceitar imposições, principalmente aquelas que afetam diretamente a nossa auto-estima. Por isso passar pelo câncer de mama é uma escola de auto-melhoramento!

O primeiro lugar que o câncer de mama visita são os linfonodos axilares, e deles então podem se espalhar para o corpo, por isso é que no momento da cirurgia é realizado um exame que diz se esses amigos desconhecidos até então, estão comprometidos.

Existem algumas etapas a serem consideradas, dependendo do grau de invasão do tumor, assim, são retiradas as camadas dos linfonodos e dependendo da extensão o esvaziamento é completo.

Pronto, você acaba de adquirir a possibilidade de desenvolver uma patologia em decorrência da retirada dos gânglios linfáticos, o LINFEDEMA! O terror!

Unânime, acreditamos que para todas as mulheres mastectomizadas com esvaziamento axilar que o linfedema é uma das maiores preocupações do pós operatório, pois a sua evolução se assemelha a elenfantíase, ocasionando dores, perda dos movimentos e da sensibilidade até a perda do membro afetado.

Mas calma! Tem como evitar, claro que a listinha de cuidados é extensa e chata, mas vamos combinar que agora a gente já aprendeu a se amar e a gastar um tempo danado com o nosso bem estar!

Então vamos à lista:

1. Nunca tome injeção ou retire o sangue no braço afetado.
2. Quando for medir a pressão arterial deve ser no braço não afetado ou na perna, quando os dois braços estiverem afetados.
3. Mantenha o seu braço sempre limpo. Use loção hidratante após o banho. Tenha certeza de que todas as dobras do braço estejam secas e também entre os dedos.
4. Evite fazer movimentos vigorosos e repetidos com o braço afetado.
5. Evite carregar objetos ou sacolas pesadas ou segurar o seu cão pela coleira e nunca carregue bolsas ou malas por cima do ombro do lado afetado.
6. Não use roupas, jóias ou tiras elásticas no braço afetado.
7. Evite mudanças de temperaturas extremas durante o banho ou ao lavar a louça, é recomendado evitar saunas e banheiras quentes (ou mantenha o braço afetado do lado de fora). Proteja sempre o braço do sol.
8. Tente prevenir qualquer trauma (machucados, cortes, queimaduras de sol e outras queimaduras, contusões de esporte, picadas de inseto, arranhões de gato) no braço afetado (fique atento a sinais de infecção quando isto ocorrer).
9. Use luvas ao fazer os serviços domésticos, jardinagem ou qualquer outro tipo de trabalho que possa causar qualquer pequeno machucado.
10. Quando for fazer as unhas, não retire cutículas (informe a sua manicure).

11. Exercício é importante, mas consulte o seu fisioterapeuta. Não deixe o seu braço cansado: se sentir dor, repouse e eleve o braço. Exercícios recomendados: andar, nadar, exercícios aeróbicos suaves, andar de bicicleta, e especialmente dança ou yoga.
12. Quando viajar de avião, use uma braçadeira de compressão feita sob medida.
13. Pacientes com mamas grandes devem usar próteses mamárias leves (próteses pesadas podem colocar muita pressão nos gânglios do pescoço). Use tiras/alças macias sobre o ombro.
14. Use um aparelho elétrico (de corte) para remover os pelos da axila. Tenha o seu próprio aparelho e troque-o sempre que necessário.
15. Pacientes com linfedema devem usar uma braçadeira de compressão feita sob medida durante todo o tempo em que estiverem andando. Faça o controle com seu fisioterapeuta a cada 4-6 meses. Se a braçadeira estiver muito larga, provavelmente a circunferência do seu braço reduziu ou a braçadeira está gasta.
16. Cuidado: se você perceber uma erupção, coceira, vermelhidão, dor, aumento de temperatura ou febre, procure o seu médico imediatamente. Uma inflamação ou infecção no braço afetado pode iniciar ou agravar o linfedema.
17. Mantenha o seu peso ideal através de uma dieta bem balanceada. Evite fumar e ingerir álcool.
Fácil não é? Mas sem desespero, tudo com muito bom senso é sempre melhor de se conviver. Porém há que se ter o cuidado, mas sem deixar de aproveitar a vida... É só criar o hábito e ir desenvolvendo alternativas para cada etapa!