sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Abrindo o CLUBE DA LULUZINHA



Hoje vamos abrir o “clube da Luluzinha” para falar de um assunto muito sério:
 CÂNCER DE MAMA MASCULINO!





O câncer de mama é uma das principais causas de morte entre mulheres, contudo, são poucas as pessoas que possuem o conhecimento de que tal doença também pode aparecer nos homens. A percentagem é de 100 casos femininos para 1 masculino, mas não pense que por ser raro é menos agressivo.



As causas do câncer de mama no sexo masculino são as mesmas verificadas nas mulheres e a prevenção se dá, também, por meio de apalpação. Com a constatação de qualquer anormalidade, caroço ou massa, o homem deve procurar ajuda o mais rápido possível. Tanto em relação à ginecomastia como no caso do câncer de mama, os fatores genéticos são predominantes. Estudos comprovam que homens que têm ginecomastia (volume da mama aumentado), apresentam cerca de 10% mais chances de desenvolver o câncer. Além disso, há uma forte relação entre pacientes que já tiveram doenças testiculares e o diagnóstico do câncer de mama. Em alguns destes casos podem ocorrer metástases do câncer de próstata para a mama masculina. 






Deve-se observar os fatores genéticos (histórico familiar de câncer de mama), fatores ambientais (associado ao tipo de trabalho da pessoa, como trabalhadores que têm maior exposição a altas temperaturas, trabalhadores de indústrias químicas, de sabão e perfumes, exposição a radiação), fatores hormonais (o uso de hormônios pode causar hiperestrogenismo, que é uma desordem relacionada a hormônios sexuais, o que aumenta as chances de desenvolver o câncer de mama), há ainda outros fatores a serem citados como: orquite, infertilidade, puberdade tardia, criptorquidia (não descimento de um ou dos dois testículos para a bolsa escrotal), hérnia inguinal congênita, orquiectomia (retirada cirúrgica do testículo, em virtude de, normalmente, processos tumorais), excesso de peso e dieta rica em gorduras.



Os índices de cura estão relacionados ao diagnóstico, isto é, as chances de cura se o tumor for descoberto logo no inicio. Para se ter uma ideia, quando o tumor é descoberto precocemente, as chances de cura são de 90% enquanto para o descobrimento tardio são de apenas 20%. Geralmente, este tipo de câncer é mais comum em homens de idade mais avançada, isto é, mais comum entre homens com idade entre 50 a 60 anos, e pela falta de conhecimento sobre a doença, o homem geralmente deixa de realizar o autoexame, que é de extrema importância para a detecção do câncer.



Os principais sintomas estão relacionados à presença de um nódulo ou endurecimento que, na maioria das vezes, acomete uma das mamas. São raros os casos bilaterais, ou seja, que afetam ambas as mamas. Pode ocorrer ainda dor, ulceração na pele ou mesmo sangramento pelo mamilo em casos mais avançados. Em algumas situações, o câncer de mama masculino costuma aparecer como um nódulo atrás da aréola, indolor, firme, de tamanho variado, e que pode causar retração ou deformidade desta região.





Com relação ao tratamento clínico, são semelhantes aos indicados para mulheres: cirurgia localizada, radioterapia, quimioterapia e, nos casos mais graves, a mastectomia radical (retirada da mama).







Por isso meninos se cuidem, se toquem, se conheçam!

Tenham hábitos saudáveis... Se amem!!!

SE NÃO FIZEREM POR VOCÊS FAÇAM PELAS PESSOAS QUE AMAM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário