segunda-feira, 26 de novembro de 2012

CAMINHANDO POR UMA BOA CAUSA!





Este final de semana foi especial para nós goianos que militamos no combate ao câncer! Por iniciativa do Cebrom, aconteceu a III Caminhada de Combate ao Câncer de Goiás no Parque Vaca Brava.

E muito gratificante ver tantos sorrisos cheios de esperança entrando em um ritmo de vida mais saudável e conscientes de suas vitórias!

Durante o evento correu um abaixo assinado que será encaminhado ao poder público solicitando a isenção de IPTU para aqueles pacientes que estejam em tratamento contra o câncer, na cidade de Goiânia. 

Quem já viveu a experiência sabe a dificuldade de arcar com todos os custos que um tratamento envolve, não é mesmo? Daí a significativa importância de se participar e militar para que mais pessoas tenham um maior acesso ao tratamento e consequentemente a uma melhor qualidade de vida!

E o Cicatrizar esteve presente em todos os momentos, pois estamos juntos nessa causa!



Deixamos o nosso agradecimento e os Parabéns a todos que contribuíram para que esse momento tão gostoso e importante pudesse acontecer!


sexta-feira, 23 de novembro de 2012

TERAPIA-ALVO PARTE V


O que é Avastin?
 
Avastin, bevacizumabe, é um anticorpo monoclonal humanizado que se liga ao VEGF. Devido ao seu bloqueio do VEGF é considerado um antiangiogênico. A droga é aprovada, no Brasil, em combinação com quimioterapia no tratamento do câncer de coloretal, pulmão e mama metastáticos.


Dentre os efeitos colaterais mais comuns temos cefaléia, epistaxe e hipertensão. Raramente, o Avastin pode levar a proteinúria com síndrome nefrótica, a perfuração intestinal e a eventos tromboembólicos arteriais.

 
 
A realidade da terapia-alvo, entretanto, exige uma mudança não só na forma de tratar, mas também no diagnóstico. A medicina personalizada, hoje concentrada no tratamento de doenças oncológicas, vai exigir um maior entendimento da diversidade e dos subtipos das doenças, assim como das diferenças entre os pacientes. Também será essencial identificar os melhores alvos de cada medicamento.

Fazer tratamentos personalizados, entretanto, requer também diagnósticos mais aprofundados. A tecnologia mudou muito desde o sequenciamento do genoma. A medicina, que começou observacional, vai partir de uma compreensão muito mais ampla da doença e de quem está sendo tratado. De fato, a medicina personalizada é um caminho sem volta. De fato, a medicina personalizada é um caminho sem volta.

 
Identificar o melhor medicamento para cada paciente não só produz o efeito benéfico esperado como também evita efeitos adversos.
 
 

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

MODA ONCOLÓGICA


    Nem é preciso tomar a quimio direito e o cabelo já quer se mandar! Rs.... Geralmente com 15 dias da primeira aplicação lá se foram nossos preciosos fios! Mas como já dissemos quimio é pra quem tem estilo... então vamos aprender a usar lenços e arrasar por aí!






Edicao: Matheus Chiabi



quarta-feira, 14 de novembro de 2012

TERAPIA-ALVO PARTE III





Tykerb


Nem só de agulhadas vive o paciente de CA de mama!!!É  de rir, mas as vezes um comprimidinho é até bem vindo... Nossas veias agradecem!


O Tykerb, lapatinibe, é um inibidor oral da tirosino kinase to receptor do Her-2 e Her-1, também chamado EGFR. Esta droga é aprovada no tratamento do câncer de mama metastático em combinação com Xeloda, após progressão com quimioterapia em combinação com Herceptin (trastuzumabe).



Dentre os efeitos colaterais mais comuns temos a diarréia, rash cutâneo, paroníquea e elevação das enzimas hepáticas. Muito raramente pode ser cardiotóxica.

Enquanto a Herceptina bloqueia o receptor do Her-2 na porção extracelular, o Tykerb bloqueia na parte interna.




Dados preclinicos e, mais recentemente, dados clínicos indicam que o bloqueio duplo do Her-2 com a combinação de Herceptina e Tykerb é altamente sinergistica tanto em combinação com quimioterapia como com ambos os agentes isoladamente.




Converse com seu médico sobre a indicação da melhor medicação para seu caso! Abuse da individualidade, afinal... temos terapia-alvo!












segunda-feira, 12 de novembro de 2012

CANCEROFOBIA




A facilidade da internet esconde perigos! Principalmente para quem está recém diagnosticado com câncer, seja ele de que modelo for! rs...


Quem aí não correu para o Google e saiu digitando um monte de termos técnicos sobre cirurgia, quimioterapia, radioterapia, enfim, levante a mão!

E não raro recebemos e-mails nos falando de tudo o quanto pode causar câncer, ou ainda das coisas milagrosas que podem curá-lo! A lista de absurdos chega a pessoas que tomaram Fel de Urubu! Verdade! Você deve estar perguntando o que é?  Segundo o google é a bilis do pobre animal que tem que ser sacrificado para satisfazer essa maluquice!

Claro que existem inúmeras plantas que ainda não foram estudadas e que podem auxiliar sim no combate ao câncer, mas daí a sair tomando tudo que te disserem é um risco, até mesmo porque, durante a quimio, o fígado é muito exigido e geralmente os fitoterápicos também são processados nesse importante órgão, então se corre risco de uma cirrose hepática de brinde! Nessa lista está o Noni, por exemplo. Quem não tentou tomar o suco dessa frutinha salgada, se deu bem! É horrível! rs...

Aliado a todos esses mitos e crendices, surge um novo fenômeno, a cancerofobia, ou seja, o medo exagerado do câncer. Claro que todos nós viventes nesse planeta temos medo do câncer, até porque existe todo um arcabouço funesto em torno dessa doença, mas daí a negligenciar sua saúde é outra história!

Em meados de 1950, essas lendas passavam de boca em boca, e deram espaço para muitos charlatães e nós nos perguntamos se hoje estamos espertos o suficiente para não cairmos no conto do vigário! Claro que hoje temos mais acesso ao conhecimento, mas precisamos estar sempre muito atentos a qualidade e veracidade de tudo que chega até nós.

O problema do cancerofobia é justamente levar pessoas a adquirir hábitos que supostamente preveniriam o câncer ao invés de estarem buscando sempre realizar exames preventivos. E não pensemos que isso não existe, por que infelizmente muitos de nós adiamos aquela consulta ou exame, com medo do diagnóstico! E em se tratando de câncer, o tempo pode ser nosso maior aliado ou não!

Assim, antes de acreditar em contos da carochinha, converse com quem está habilitado a sanar as suas dúvidas! E a lista é imensa: médicos, nutricionistas, enfermeiras, etc. E aí sim, use os vários tipos de folhas, frutos e raízes ao seu favor!


sexta-feira, 9 de novembro de 2012

E NOS ERGUEMOS COMO UM ARRANHA-CÉU





Existem momentos durante o tratamento que realmente sentimos como se nunca tivéssemos tido uma chance de fazer melhor, de sermos melhores. Sentimos como se não restasse nada de nós pra seguir o caminho...
 
Mas é ai que uma força surge e nos mostra que NÃO... Não é assim e não temos o direito de pensar isso!
 
Pois então, vá em frente e tente me derrubar!
Eu vou me levantar do chão como um arranha-céu você pode apostar!
 
E percebemos que pode se pegar tudo o que temos, podem quebrar tudo o que somos, como se fossemos feitas de vidro ou de papel, que mesmo com todas as nossas janelas estilhaçadas nós continuaremos de pé!
 
Então que a doença corra, pois é melhor ela ter muito medo de nós, porque não nos moveremos do nosso curso vamos ficar bem aqui, vendo ela desaparecer!
 
Vá corra, corra, corra!!!
Sim, é um longo caminho a percorrer!
Mas temos a certeza que no fim levantaremos do chão como um arranha-céu!
 
E PARA QUE NÃO DUVIDEM DE NÓS, DE NOSSA FORÇA E DE NOSSA FÉ, ESTAREMOS AI! DIA 24/11 AS 9HR, NO PARQUE VACA BRAVA, NA 3ª CAMINHADA DO DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER! E CONTO COM A PARTICIPAÇÃO DE VOCÊS LÁ!
 




quarta-feira, 7 de novembro de 2012

TERAPIA-ALVO PARTE II


HERCEPTIN


Existe outra droga bem conhecida das pacientes de câncer de mama, o Herceptin. Temos falado muito dele, pois é a promessa de dias melhores para nós!!! rs....

O Herceptin é um anticorpo 95% humanizado, produzido por células geneticamente modificadas para esta função. O anticorpo tem atração pelo receptor Her2, uma proteína que é mais abundante e tem funções vitais para células tumorais de alguns tipos de tumores ("Her2 positivo").




Sua ligação a esta proteína provoca uma série de distúrbios no funcionamento das células tumorais, causando sua morte. O anticorpo tem mínima ação nas células de tecidos normais do paciente explicando em grande parte a baixa incidência de reações adversas.

Nos dias atuais, todos os cânceres de mama devem ser submetidos a uma série de testes moleculares, dos quais o mais comum e importante é a imunoistoquímica, uma espécie de 'carta de identidade' do tumor. Este teste nos permite distinguir 4 tipos de câncer de mama, de comportamento e tratamento bastante distintos: luminal A e B, triplo negativo e Her2 positivo.

O Herceptin só funciona para os Her2 positivos, que representam 15-25% dos casos. Às vezes, a imunoistoquímica pode ser inconclusiva (escore intermediário), sendo necessária a realização de um teste molecular mais complexo (hibridização in situ fluorescente [FISH] ou cromogênica [CISH]).

Deve-se também salientar que a qualidade do teste do Her2 (seja por imunoistoquímica, seja por FISH ou CISH) é de fundamental importância.

Quando administrado à pacientes Her2 positivo, o Herceptin provoca involução dos tumores. No CA de mama avançado, auxilia no controle da doença, prolonga e promove uma qualidade de vida as pacientes. No caso de tumores mais avançados, mas ainda localizados na mama e gânglios axilares - conhecidos pelo termo "localmente-avançados", sua administração pré-operatória conjuntamente com a quimioterapia potencializa a involução tumoral, facilita a realização de cirurgia posterior e reduz o risco da doença voltar. No contexto "preventivo", sua administração pós-operatória reduz o risco da doença voltar e aumenta substancialmente as chances de cura.

O tratamento com Herceptin costuma ser bem tolerado. Quando utilizado isoladamente, causa sintomas do tipo reação alérgica, quase sempre durante o primeiro tratamento, em geral facilmente contornável. Reações graves com queda da pressão arterial, falta de ar e dor no peito e/ou nas costas são mais raras, mas podem ocorrer. Podem ocorrer febre e tremores nas 24h seguintes ao primeiro tratamento, sem maiores conseqüências. Mas o efeito mais temido é a insuficiência cardíaca (enfraquecimento do músculo do coração). A maioria dos casos de insuficiência cardíaca é reversível com tratamento por medicamentos. Portanto, a vigilância cardíaca se faz necessária durante tratamento em geral com ecocardiogramas trimestrais.

Falamos por experiência própria, não é tão ruim assim, Para quem superou a quimio e a radio...Caaaaaaaara é passear no Shopping...kkkk

Se este medicamento foi indicado pra você só não se esqueça de se alimentar bem, se hidratar e repousar no dia da aplicação.

Relaxe e seja feliz!
Existem pessoas trabalhando duro por você!


segunda-feira, 5 de novembro de 2012

LISTA DE DESEJOS


Parte I



Há mais de 3500 anos atrás, a tatuagem já existia como forma de expressão da personalidade ou de indivíduos de uma mesma comunidade tribal (união de pessoas com as mesmas características sociais e religiosas).
 

tatuagens de borboletasOs primitivos se tatuavam para marcar os fatos da vida biológica: nascimento, puberdade, reprodução e morte. Depois, para relatar os fatos da vida social: virar guerreiro, sacerdote ou rei; casar-se, celebrar a vida, identificar os prisioneiros, pedir proteção ao imponderável, garantir a vida do espírito durante e depois do corpo.

Terminado o tratamento alguns projetos voltam a tona, afinal o turbilhão passou e já conseguimos pensar em outros horizontes! E claro que você em nenhum momento se acha vulnerável por causa do passou não é? rs...

Cada um deve fazer sua listinha de desejos e seguir em frente... Mesmo que para se realizar alguns deles sejam necessário uma dorzinha. E costumamos dizer que depois de uma mastec, dor para nos assustar tem que ter “D” maiúsculo!
 
A rebeldia sempre foi um traço marcante de nossa personalidade e claro que a ousadia e força também... assim nada mais obvio que um dos principais itens a serem realizados seria uma tatuagem.

Todos os nossos médicos são contra, isso é fato. O preconceito mais uma vez impera. Mas cada um é cada um, e gosto não se discute! Então falando tecnicamente, fomos pedindo permissão aqui e ali, até que praticamente um ano depois do furacão, o rabisco ficou pronto.

E ele tem sabor especial, pois encerra uma fase, inicia um período de esperanças e realizações. E pra quem pode estar pensando... que jamais faria uma tatto, sinto informar que parte da reconstrução das mamas e feita com agulhas e tinta sim! rs...


Pra nós ela é símbolo de liberdade e personalidade. Como já dissemos várias vezes as cicatrizes são pra nos lembrar que sobrevivemos. E a tatto nada mais é que cicatrizes coloridas que nos lembram que vencemos!

E você? Já fez sua lista de desejos?

A vida é agora! E você pode desfrutá-la com amor e responsabilidade, pois sua intenção é que determina o caminho que irá seguir. Por isso, uma tatuagem não mudará seu caráter, ao contrário é uma maneira a mais de mostrar que você tem! Pois pessoas que fazem tatuagem nos lembram nossos ancestrais que se pintavam para ir à guerra ou os próprios soldados que se camuflam para o mesmo fim.


Então aqui estamos em direção a batalha da vida, com mais cores e formas!