quinta-feira, 4 de abril de 2013

CÃES: AMIGOS DE TODAS HORAS!

Havia pego o diagnóstico à pouco e ainda sob efeito do choque, cheguei em casa e me sentei no sofá. Como sempre a Kaká, minha Spitz pulou no meu colo e ficou me fitando com aqueles olhinhos redondos... Eu então com os nervos a flor da pele, comecei a colocar para fora toda a minha angústia em forma de lágrimas. 

Para o meu espanto, a Kaká olhou pra mim e sem mais nem menos, deu uma lambidinha por cima da blusa onde incrivelmente estava localizado o tumor no seio esquerdo e logo em seguida lambeu meu rosto, como a dizer não chore...

Aquilo me impressionou, mas achei que era uma fantasia do meu "mundo de Bob", pois afinal, naqueles dias tudo parecia muito surreal. Nem me lembro quanto tempo me deixei ficar ali, recebendo o carinho da minha eterna companheirinha... E durante todo o tratamento foi assim, se eu ficasse na cama, lá estava ela aos meus pés... 

Como algumas outras coisas, esse dia caiu em esquecimento até que me deparei com essa reportagem sobre um possível uso de cães farejadores para detectar o câncer de mama e então, entendi que a Kaká poderia mesmo saber o que estava rolando aquele dia e estava lá, ao meu lado também me dando o apoio dela!

Agora, na Inglaterra uma cientista investiga o uso de cães para farejar o câncer de mama, pois já existe uma pesquisa que se concentra em desvendar o câncer de próstata e bexiga pelos amiguinhos peludos. Veja a reportagem na íntegra:

 

 

Cientista investiga uso de cães para farejar câncer de mama

 

Uma cientista da Inglaterra está pesquisando se cães conseguem farejar casos de câncer de mama. Até agora, pesquisas vêm se concentrando em desvendar, com o uso de cachorros, casos de câncer de próstata ou bexiga. Mas, agora, os cientistas estão tentando ampliar o uso deles nesses casos.

 

Claire Guest, que trabalha há anos na área, teve um câncer de mama diagnosticado em estágio inicial por um de seus cães.  Agora, Claire se uniu a outros cientistas e médicos para procurar a prova clínica de que cães conseguem farejar o câncer de mama.


Eles trabalham com Jobi - o primeiro cão a receber treinamento específico para identificar esse tipo de tumor. A pesquisadora afirma que se, no futuro, eles descobrirem como o cachorro consegue detectar o câncer, também poderá ser possível fabricar máquinas que podem analisar o hálito ou a urina para detectar sinais da doença.

 

 

http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/bbc/2013/03/15/cientista-investiga-uso-de-caes-para-farejar-cancer-de-mama.htm

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário