sexta-feira, 2 de agosto de 2013

CÂNCER - UM PROBLEMA DE TODOS NÓS!




Aconteceu ontem em Goiânia o IV FÓRUM REGIONAL DE DISCUSSÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE EM ONCOLOGIA - Edição Goiás, promovido pelo Instituto Oncoguia. Foi um dia muito especial e gostaríamos de contar para vocês um pouquinho do que aconteceu por lá!

O Fórum teve quatro painéis, nos quais foram discutidos:

- EIXO SUS - Tirando o Paciente da Fila;
                     - Garantia de Acesso ao Tratamento Rápido e de Qualidade.

- EIXO SAÚDE SUPLEMENTAR - Garantia de Atendimento e Ampliação de Cobertura

- EIXO DIREITO DOS PACIENTES.

No EIXO SUS foi mostrado a dificuldade do acesso aos tratamentos de cirurgia, quimioterapia e principalmente de radioterapia, em todo o Brasil e especialmente em Goiás. Existe ainda uma dificuldade do Poder Público aceitar a responsabilidade do paciente com Câncer, desenvolvendo políticas eficazes para atender essa população. Mencionou-se muito a necessidade de adequação e principalmente de VONTADE POLITICA, para mudar esse cenário em nosso país.

Um dado alarmante que foi abordado é o aumento da incidência de casos avançados que chegam todos os dias nos hospitais, levando-nos a crer que está faltando cuidado com a assistência básica e prevenção. Lembrando que prevenção não elimina a chance de ocorrência da doença, mas consegue interceptá-la no início, aumentando as chances de sobrevivência.


Com relação à saúde suplementar, constatamos que menos de 20% da população brasileira tem planos de saúde e que estes são muitas vezes tão complicados quanto ao SUS, por negarem muitos procedimentos aos pacientes de alto custo. A sensação é que eles só aderem quando são pressionados pelo poder público, como é o caso que está em voga, da quimioterapia oral, feita em casa, que facilita a vida dos pacientes, mas que tem custo mais elevado, por se tratar de novas tecnologias.


Todavia, uma gestão mais eficiente e humanizada chegará a conclusão de que a quimioterapia oral tem mais vantagens tanto para o paciente, quanto para a seguradora de saúde a longo prazo, pois evita uma série de custos e complicações advindas de internações.

Quanto ao direito dos pacientes, vimos que ainda é uma seara muito dura de se percorrer. A maior parte dos direitos que ouvimos falar que temos, precisam de ser levados a justiça para que sejam garantidos, ainda que previstos em lei. Um ponto focal do evento foi minha participação quando levantei um direito que muitos se esquecem, o direito da reabilitação.


Depois que o furacão passa, precisamos reconstruir nossa vida e muita vezes não encontramos o caminho, ou o espaço necessário para isso. Precisamos discutir esse retorno ao mercado de trabalho, ou melhor, à vida, mesmo que seja dando benefícios para nivelar aqueles que em determinado momento passa a ser diferente. 



Quem teve câncer, ou está em tratamento, sabe do estigma e do preconceito que essa doença causa, por isso a importância da frase de nossa querida Luciana Holtz - Presidente do Oncoguia- de que temos que falar bem alto sim:  CÂNCER - UM PROBLEMA DE TODOS NÓS!

                                                     






Nenhum comentário:

Postar um comentário