segunda-feira, 31 de março de 2014

ONCOdúvida



Para quem vive aqui em Goiânia, ou mesmo que não viva, mais queira participar... Gostaria de convidar para o nosso ONCOdúvida... Um projeto da GOIÁS CONTRA O CÂNCER que tem por finalidade munir as guerreiras (os) contra o câncer de informação, seja, na área de nutrição, enfermagem, quimio, radio, cirurgia, direitos... 

Temos encontros mensais, com diversos profissionais, que são gratuitos, porém com vagas limitadas! E sempre ao final dos encontros temos sessões de relaxamento, reflexologia, reiki, técnicas de respiração e diversas outras terapias integrativas, para nos auxiliar a enfrentar esse momento diferente em nossas vidas!

Nosso encontro de abril será sobre sexualidade e oncologia, pois é preciso saber viver, não é mesmo!? rs...

Espero ver vocês por lá! 

Bjokas!

Ludmilla


quinta-feira, 27 de março de 2014

CARECA SIM: E DAÍ?

 
Você já pôde sentir gotas de chuva na sua cabeça? Mas eu falo na cabeça mesmo, e não nos cabelos! Vou contar para vocês que é sensacional! 

Estar careca tem um ‘que’ de rebeldia e aceitação, condição momentânea provocada por alguns quimioterápicos. Todavia, assumir a careca ainda é um tabu para muitas mulheres e homens que enfrentam o câncer... não é mesmo?!

Pois dessa vez, eu assumi a minha careca. No primeiro tratamento mandei fazer uma peruquinha do meu próprio cabelo, no segundo usei e abusei de lenços... tenho sim, uma coleção deles! Adoro lenços, mas no pescoço, e não na cabeça!

Usar perucas e lenços é sensacional se isso te faz ficar confiante e tranqüila para atravessar essa fase difícil, mas eu sempre me senti incomodada com qualquer coisa na minha cabeça... Parece que me falta até o ar! Principalmente agora depois dessa estrada toda, parece que vamos perdendo o receio e aceitando com mais naturalidade o que se passa dentro de nossa casa física e mental!

Então, a conclusão foi uma só: se eu usar peruca, vão me olhar, se eu usar lenço, sim... vão me olhar... então vamos assumir a careca logo, por que me sinto mais confortável e agora me olham muito mais. rs...

Mas deixo uma reflexão: porque minha careca te incomoda tanto, pessoas mortais que não compreendem que a gente não está morta, e sim mais viva que nunca?! A partir do momento em que se decide fazer o tratamento oncológico, significa que estamos querendo vencer essa batalha e seguir com a vida... em plenitude!

E conseguimos perceber no olhar das pessoas o preconceito, o medo da aproximação, a estranhesa, os comentários... e tudo isso nada mais é que uma projeção dos medos, das angústias de cada um, pois no momento em vêem que é câncer, parece que o pensamento é um só... tadinha... será que ela vai morrer? E se fosse comigo? Quero nem pensar!

Então que minha careca sirva, para que aqueles que cruzarem meu caminho saibam que o câncer nos dá oportunidade de crescer, de melhorar enquanto pessoa e que nos ajuda a entender melhor até você, que tem preconceito e morre de medo de ‘pegar’ essa doença.

Eu estou muito bem obrigada, teimando em ficar no planetinha azul e como vi uma menina dizer no facebook, dias atrás ‘um Picasso não deixa de ser Picasso por não estar em uma moldura’, sensacional não é?!




Pois então, aquelas que tem vontade, aproveite o momento para usar um visual diferente e que fica muito bem para várias mulheres... Crie um estilo, pois ficar careca exige que nos produzamos bem, já que é pra chamar atenção, façamos direito! Mas não abandone a peruca ou os lenços, pois em noites frias, uma boina, ou um lenço ajudam e dão um charme!

Mas se aceite como você está, se ame e se sinta linda, com acessórios ou sem eles! E quem quiser.. me mande fotos e vamos montar um grupo de mulheres super poderosas carecas!

Até breve!


Ludmilla

terça-feira, 25 de março de 2014

OVELHAS NEGRAS



Ovelhas Negras é uma alusão a galera rock n roll! Essa tirinha é uma publicação da família Dark Side! 

Obrigada Victor Leal,  Murilo Parreira Leal e toda família The Dark pelo carinho e apoio!





P.S.: https://www.facebook.com/pages/The-Dark-Side-Rock-Bar/351470194911781?fref=ts
Pra quem quiser conhecer o The Dark Side Rock Bar! ;)

segunda-feira, 24 de março de 2014

3º ROUND


Gente querida,  sei que aqui não é um diário. Mas vou dividir com vocês um pouco do que tem sido meus últimos meses! Resumindo minha história, desde 2008 estou brigando com um câncer de mama que insiste em querer me mostrar a minha condição humana!

Então 2008, lado esquerdo: Mastec, quimio e radio. 2010, ele volta na axila direita, nova mastec, quimio e radio. E agora 2013, ele volta nada mais, nada menos que no meio! Sim... entre os dois seios. Eu sei a pergunta que está na sua cabeça... Como? 

Não havia nódulo, não havia micro-calcificação... Nada! Mas surgiu uma área de fibrose, aparentemente inofensiva, que em curto espaço de tempo se tornou minha maior dor de cabeça do ano! Ele estava infiltrado no tecido, logo não operável.

Por que estou contando isso?! Chato demais, eu sei... Mas a ideia é que quem está na caminhada possa prestar atenção a qualquer sinal diferente em seu corpo. Tudo passou pela minha cabeça, menos uma recidiva!

E aí, já sabemos o cronograma... Quimio e radio. Mas a surpresa da vez é que começamos os dois juntos! Haja fôlego! Mas, agora com o fim da radio, está mais fácil lidar com a velha conhecida quimioterapia. E o bom é que tenho mais estórias para contar agora! 

Então vamos prestar sempre muita atenção... Existe câncer camuflado por aí! kkkkkkkkkkkkkk


Bjokas!

terça-feira, 18 de março de 2014

CICATRIZAR 2014! DEMOROU!!!



E aqui estamos de volta! O Cicatrizar ficou um período sem a nossa presença. A vida tem suas dinâmicas e nos exige as vezes eleger prioridades!

Mas nossa vida desde o ano passado ficou assim, Larissa terminando sua reconstrução e eu voltando para tratamento.

Sim, estou em quimioterapia! E agora com muito mais assuntos e ideias para serem discutidas... e enfim muito ânimo!

Todavia, algumas mudanças em nossas carreiras! rs... Quero agradecer o carinho de minha tão querida amiga Larissa, que gentilmente me cedeu a frente do Cicatrizar, pois quero estar mais próxima de vocês para conversarmos sobre o câncer, seus problemas  e suas soluções!

Então em carreira solo agora, pretendo estar aqui mais vezes por semana! E aqui fica o espaço para todas que queiram contribuir, escrever, trocar experiências... Enfim... A caminhada é de todas nós!

E por favor, Larissa, não some! ;)

Beijokas!!!

Ludmilla