segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

TERAPIA: COMO ELA PODE TE AJUDAR?


Uma coisa que sempre achei formidável durante os meus tratamentos foram os acompanhamentos multidisciplinares. Todos são importantes, nutrição, psicologia, fisioterapia... Mas em especial hoje quero falar do cuidado com o coração, com os sentimentos.

Nesse quesito, muitos ainda tem preconceito. Mas a psicologia aplicada à oncologia tem um papel fundamental, de tentar nos ajudar a aceitar o adoecer, controlar a ansiedade, lidar com as perdas e ressignificar os ganhos.

Recentemente fui convidada à participar de um grupo terapêutico, para pacientes oncológicos. Claro que aceitei e lá estou toda semana. Tenho mais três companheiros de experiência e quão rica tem sido!

Resultado de imagem para group therapyTivemos poucos encontros até aqui, mas já foi o suficiente para perceber como é importante ter alguém ali que vive as mesmas dificuldades que você e que está encarando tudo as vezes de uma maneira melhor. Ou então, que o outro veja como você leva tudo mais leve e passe a ressignificar sua própria maneira de superar a doença.

Como é rica a convivência humana, pautada na dor. Ali, todos estamos na mesma jangada em auto-mar, ainda sem saber para onde vamos efetivamente, mas todos com a mesma garra de voltar a pisar em terra firme.

E a terapia é para isso, te ajudar a conduzir essa jangada de volta à praia, com mais destemor, com mais fé, força, determinação, coragem, fé e esperança. Uma vez que entramos na guerra, o lance é usar todo o armamento disponível! E acreditem, a psicologia pode sim, fazer muito por você!

2 comentários: